Fgts atrasado como fazer nova guia?

Perguntas

Alete Gazoni perguntou.

Primeiramente você precisa atualizar o seu programa Sefip, entre no site da Caixa Econômica Federal – CEF, para fazer o download, link: https://webp.caixa.gov.br/empresa/governo/asp/editalfgts.asp

Baixe o índice correspondente ao mês atual (data em que vai efetuar o pagamento da guia vencida).

Veja o conteúdo completo desta resposta no link: https://planejarcursos.com.br/artigos/como-recolher-o-fgts-em-atraso

 

Como se calcula o 13o. salário sobre a licença maternidade?

Perguntas

Eliane Reis – Campinas

Resposta

O decreto 4.032/2001 determinava que a licença maternidade e o 13º. salário seria pago diretamente pela previdência social, inclusive a mãe recebia o 13º.  salário juntamente com a última parcela da licença maternidade.

A partir 5 de agosto de 2003, através da lei 10.710/2003, artigo 72, parágrafo primeiro, a licença maternidade voltou a ser paga pela empresa, sendo o empregador ressarcido pelo INSS através da compensação da GPS.

O 13º.  salário da mesma forma, deverá ser pago pela empresa, sendo reembolsada pelo INSS através da GPS do 13º.  salário.

Esta instrução também consta no manual da GFIP.

Forma de cálculo

13º. salário 8/12 devido pela empresa

13º.  salário 4/12 referente licença maternidade (pago pela empresa e reembolsado na GPS do 13º. salário.

Portanto a mãe recebe o 13o. integral da empresa.

Qual a diferença entre contribuição sindical e a assistencial?

Perguntas

Marilia perguntou:

Todo ano é descontado 1 dia de salário de cada colaborador para a contribuição sindical. Recebemos a informação de uma nova contribuição que é a assistencial, de 3%. Você poderia nos explicar qual é a diferença de cada contribuição e se devemos realmente a partir de 2012 contribuir com esta  assistencial, pois até o momento nunca contribuímos.

E se optarmos por não contribuir, qual problema acarretaria para a empresa e para os nossos colaboradores?

Continue lendo →